ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO

O encontro de todos os filhos ou rendidos ao Privilégio da Natureza

Gostava de criar nesta Ribeira um espaço onde pudessem ficar arquivados os nossos escritos mais sérios, sobre assuntos importantes, complexos, pertinentes e interessantes, escritos esses que já abundam aqui na rede, dispersos, tendo os respectivos autores exposto neles o seu pensamento, comentado a seguir por quem quis pronunciar-se a respeito.

Estou a lembrar-me, por exemplo, do tema TOURADAS, apresentado pelo António Jorge, da questão do HIPNOTISMO, levantada pelo Zé Meiras, do SE EU GOVERNASSE, também da autoria do Zé Meiras, das deambulações políticas do Lino Rei, de diversas trocas de opinião sobre a CRISE actual (recordo as da Guidinha, as do Luís, as do Zé Alexandre, as do Teófilo) para citar apenas alguns casos. Toda essa preciosa colaboração anda perdida em páginas diversas desta rede, e não é fácil localizar um exemplar avulso, se dele necessitarmos.

No espaço FILOSOFANDO, "POLITICANDO", REFLECTINDO... (quando o acordo ortográfico for obrigatório, reflectiremos sem C), poderiam então ficar guardados os ditos textos de opinião, os de assunto sério, tornando-se deste modo muito fácil consultar qualquer um deles, pois o procuraríamos apenas no seu lugar próprio.

Faço um apelo aos companheiros todos desta Ribeira, sem excepção _ os nossos empresários,  os nossos emigrantes, os nossos médicos, os nossos trabalhadores por conta própria ou de outrem, os nossos artistas, os nossos advogados, os nossos desempregados, os nossos reformados, os nossos professores, as nossas donas-de-casa, os nossos estudantes, os nossos jovens _ para que deixem aqui a expressão do seu pensamento sobre assuntos importantes do nosso dia-a-dia, do mundo em que vivemos, da humanidade próxima ou distante, enfim, da nossa vida. Escrevamos todos, sem pretensões, com simplicidade, ao correr da pena, sabendo que estamos a dialogar em família e sabendo também que, para este desafio, não há sábios nem ignorantes, mas apenas GENTE QUE PENSA.

Quem sabe se um dia poderemos fazer uma compilação de todos esses contributos e...publicar um belo livro, que mostre a quem vier depois de nós uma respeitável RIBEIRA PENSANTE?

Senhor Administrador, aguardo especialmente a sua resposta sobre este assunto _ a criação do espaço FILOSOFANDO, "POLITICANDO", REFLECTINDO... Se não for considerada oportuna e proveitosa para a nossa rede, com toda a simplicidade retirarei a proposta.

Desejando sempre um rumo luminoso para OS ESPOSENDENSES NA RIBEIRA OU NO MUNDO, deixo a todos um grande abraço.

NOTA: Ponho a hipótese de continuarmos a postar, cada um no seu blog, os textos sérios que produzirmos, mas tendo o cuidado de também os arquivarmos neste novo espaço.

Braga, 30 de março de 2011

Luisinha Lamela

Exibições: 921

Responder esta

Respostas a este tópico

Filosofando e Politicando

"Se o dinheiro falasse, o euro(em Portugal) dizia tchau"

Aleluia, Guidinha!

Este verbo "politicar" dá que falar.

Que achas da criação deste espaço sério?

Um beijinho.

Portugal é um país geométrico: é rectangular e tem problemas bicudos discutidos em mesas redondas…por bestas quadradas!

Acho muito bem. Por mim, está criado.

Pode dar-se-lhe um destaque especial e associar-lhe um atalho.

Acha bem, Luisinha?

 

Acho bem, pelo que lhe peço que faça isso, pois para mim é "chinês".

Porém, o mais importante é que o novo espaço, com atalho ou sem atalho, não fique vazio. Por mim, amanhã mesmo vou lá "arrumar" um texto sobre o actual momento político.

Um beijinho. 

José Alexandre Areia L Basto disse:

Acho muito bem. Por mim, está criado.

Pode dar-se-lhe um destaque especial e associar-lhe um atalho.

Acha bem, Luisinha?

Esse já li! Venha outro.
O problema bicudo é mesmo o último cenário, o das criaturas quadradas, no qual parece não surgir nenhuma iluminada... E, como diz a canção (fiquei com a embalagem da que mandei agora à Né, do Rui Veloso), «P'ra melhor 'stá bem, 'stá bem/P'ra pior já basta assim.»
Beijinho apolítico.
MARGARIDA REIS disse:
Portugal é um país geométrico: é rectangular e tem problemas bicudos discutidos em mesas redondas…por bestas quadradas!
Esqueci-me de dizer que gostei do MACACO-PENSANTE.

José Alexandre Areia L Basto disse:

Acho muito bem. Por mim, está criado.

Pode dar-se-lhe um destaque especial e associar-lhe um atalho.

Acha bem, Luisinha?

 

E que é que achou?

José Alexandre Areia L Basto disse:
Esse já li! Venha outro.

Boa pergunta para quem já ia desligar o computador por estar a dormir em pé!

Não sei! Relativamente ao momento político, arriscamo-nos a dizer todos o mesmo, ainda que com ideias de base diferentes. O que é muito estranho, mas, infelizmente, compreensível.

O texto que escreveu é um retracto daquilo a que se assiste. Afinal, quem é que prendemos?

Não percebi o «prendemos», mas deixe para amanhã, que agora deve é ir dormir.

José Alexandre Areia L Basto disse:

Boa pergunta para quem já ia desligar o computador por estar a dormir em pé!

Não sei! Relativamente ao momento político, arriscamo-nos a dizer todos o mesmo, ainda que com ideias de base diferentes. O que é muito estranho, mas, infelizmente, compreensível.

O texto que escreveu é um retracto daquilo a que se assiste. Afinal, quem é que prendemos?

É uma boa ideia e assuntos não faltam, venham eles que cá estaremos para meter a colherada de vez em quando nas matérias em que o à vontade seja maior.

 

A conversa faz-se conversando.

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por José Alexandre Areia L Basto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço