ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO

O encontro de todos os filhos ou rendidos ao Privilégio da Natureza

É para mim um mistério a carreira deste agrupamento musical Esposendense!

Há cerca de dois anos, tive a oportunidade de assistir ao vivo a uma intervênção sua, num concurso de novas bandas, onde ficou em 1º lugar! Isso não aconteceu por acaso pois, para mim, foi a banda com mais qualidade que lá apareceu! Essa distinção não foi única, pois parece que, segundo sei, tem andado a fazer sucesso lá fora!

O que me intriga é o facto de, andando eles a fazer sucesso em locais onde o grau de

exigência é maior do que o da nossa cidade, não termos o previlégio de os ver actuar na terra que os viu nascer! Será que são eles que não querem? Será que não se sentem bastante acarinhados na sua terra? Os Blá Blá Blá fazem parte, já, do património cultural de Esposende; 

temos o direito de os conhecer melhor.

A Edilidade, que todos os anos contrata tantos conjuntos nacionais, penso que deveria chamar o   " nosso conjunto" ao seio dessa mesma comunidade, dando-lhe a oportunidade de estar à altura destes... não acham? 

zé reis.

Exibições: 184

Responder esta

Respostas a este tópico

É verdade sr José, concordo com o seu comentário acerca deste agrupamento de musica esposendense "os blá blá blá " , penso eu de que nunca atuaram na nossa cidade (se sim peço desculpa), mas segundo sei eles são cabeça de cartaz em vários bares de cidades do nosso país, no que diz respeito á musica alternativa.
Abraço
O aforístico "Santo de casa não faz milagres" poderia explicar tal ocorrência?
Boa tarde.
Fico bastante contente, como membro da banda "blá blá blá", pelo facto de saber que há esposendenses atentos ao nosso percurso. Em relação ao facto de actuarmos em Esposende, já o fizemos variadissimas vezes apesar de a maioria delas ter sido em bares. Em breve iremos lançar o nosso primeiro trabalho, um EP com 6temas originais intitulado "O meu nome é todas as palavras que conheces". A sua estreia será como é lógico na nossa cidade. Podem ouvir um pequeno preview no nosso myspace: www.myspace.com/osblablabla

Abraço

Joel Zão
Para quando um concerto a aquecer uma noite fria de fim-de-semana?
Estamos a concurso para actuar no Super Bock Super Rock, já agora VOTEM em nós:

http://www.superbock.pt/supermusic/preload2010/Banda.aspx?bid=1f219...
Meu voto já está lá.
Ouvi e gostei.
Antonio Jorge

Joel Vilarinho Zão disse:
Estamos a concurso para actuar no Super Bock Super Rock, já agora VOTEM em nós:

http://www.superbock.pt/supermusic/preload2010/Banda.aspx?bid=1f219...
Estive a ver uns vídeos no Youtube e gostei do que ouvi, parabéns!!! Devo dizer que desconhecia por completo a existência desta banda, bem o fórum serve para estas coisas, daqui em diante tentarei acompanhar o percurso desta banda. O meu voto também já lá está!
Mais um voto para os blá.
JM
Caro Joel,

embora não seja um amante do género, gostei da sonoridade da banda e o meu voto já lá canta.

Felicidades!

Joel Vilarinho Zão disse:
Estamos a concurso para actuar no Super Bock Super Rock, já agora VOTEM em nós:

http://www.superbock.pt/supermusic/preload2010/Banda.aspx?bid=1f219...
Já lá canta. o Voto.
Se eles ganharem temos todos que ir assistir. A festa dos Blá Blá e do Blog
Olá a todos, como membro da banda Blá Blá Blá, quero agradecer ao Sr. José Reis por iniciar este tópico e a todos pelo voto para o festival Super Bock Super Rock. A vitória neste evento seria uma mais valia para o reconhecimento deste projecto, uma vez que possibilitará à banda vencedora actuar num dos festivais de música mais conceituados do país.
Para aqueles que não nos conhecem aqui deixo a biografia do nosso projecto:

A banda é formada em Junho de 2006, dedicando-se inicialmente à composição de alguns temas, onde era patente uma indefinição no estilo, mas não no facto de cantar em português.

Em 2007, a banda participa no seu primeiro festival de bandas de garagem onde alcança o 2º Lugar no V Festival Ribarock (Coruche) e poucos dias mais tarde ganha o VI Festival Sons na Caixa (Famalicão).

O ano 2008 torna-se importante para o reconhecimento da banda, onde se destacam três primeiros lugares em concursos de música moderna: II Concurso de Música Pop Rock em Grândola, IV Concurso de Bandas de Garagem de Setúbal e no Festival Rock na Praia em Apúlia.

No início de 2009 os Blá Blá Blá participa no programa “Aquário” do Porto Canal e ganha o Festival Prorock, que decorreu em Valado dos Frades (Nazaré). O prémio consistiu na gravação de um EP no Marduc Studios com o americano Marco Jung, produtor de bandas como Dapunksportif, Monomonkey, Fried Chicken & Gasoline, Uxu Kalhus, IanaSonic, Nervo, entre outros.

Com este prémio, a banda vê assim possível alcançar o seu principal objectivo para este ano: o lançamento do EP que permitirá não só dar a conhecer o seu trabalho a um público mais abrangente, mas também, a possibilidade de chegar a outros “palcos”.

Para além destas vitórias, os Blá Blá Blá têm mostrado o seu trabalho um pouco por todo o país, sendo de realçar as actuações em salas de referência no panorama musical nacional, como o Plano B e o Cine Teatro da Batalha, no Porto, bem como o Music Box e o Santiago Alquimista em Lisboa. A banda teve ainda a oportunidade de partilhar o palco com bandas de renome, como Oioai, Linda Martini, Orangotang e Blind Zero.

Durante o seu percurso, a banda foi convidada a integrar o Movimento Alternativo Rock (MAR) que se assume como “(…) um movimento de músicos nacionais, que interiorizaram nos seus projectos individuais a necessidade de criar ligações com colegas do mesmo meio, para poderem juntos promover a nova música nacional cantada em português. Um movimento que quer recuperar o elo físico entre o público, a banda e a sala de concerto (…)”. A entrada no movimento, deu uma maior visibilidade ao projecto, possibilitando o contacto directo com os meios de comunicação social, nomeadamente através da presença no programa MP4 do Canal MVM, na Rádio Radar (Lisboa) e no canal Feedback Música.

Desde a sua formação, conta com mais de 65 actuações das quais se destacam a presença em 12 finais de concursos de música moderna, onde alcança 6 primeiros lugares.




Um abraço,

Marcelo Silva
Vou votar e desejar-vos as maiores felicidades para esse evento.
Um abraço. josé reis

Marcelo Silva disse:
Olá a todos, como membro da banda Blá Blá Blá, quero agradecer ao Sr. José Reis por iniciar este tópico e a todos pelo voto para o festival Super Bock Super Rock. A vitória neste evento seria uma mais valia para o reconhecimento deste projecto, uma vez que possibilitará à banda vencedora actuar num dos festivais de música mais conceituados do país.
Para aqueles que não nos conhecem aqui deixo a biografia do nosso projecto:

A banda é formada em Junho de 2006, dedicando-se inicialmente à composição de alguns temas, onde era patente uma indefinição no estilo, mas não no facto de cantar em português.

Em 2007, a banda participa no seu primeiro festival de bandas de garagem onde alcança o 2º Lugar no V Festival Ribarock (Coruche) e poucos dias mais tarde ganha o VI Festival Sons na Caixa (Famalicão).

O ano 2008 torna-se importante para o reconhecimento da banda, onde se destacam três primeiros lugares em concursos de música moderna: II Concurso de Música Pop Rock em Grândola, IV Concurso de Bandas de Garagem de Setúbal e no Festival Rock na Praia em Apúlia.

No início de 2009 os Blá Blá Blá participa no programa “Aquário” do Porto Canal e ganha o Festival Prorock, que decorreu em Valado dos Frades (Nazaré). O prémio consistiu na gravação de um EP no Marduc Studios com o americano Marco Jung, produtor de bandas como Dapunksportif, Monomonkey, Fried Chicken & Gasoline, Uxu Kalhus, IanaSonic, Nervo, entre outros.

Com este prémio, a banda vê assim possível alcançar o seu principal objectivo para este ano: o lançamento do EP que permitirá não só dar a conhecer o seu trabalho a um público mais abrangente, mas também, a possibilidade de chegar a outros “palcos”.

Para além destas vitórias, os Blá Blá Blá têm mostrado o seu trabalho um pouco por todo o país, sendo de realçar as actuações em salas de referência no panorama musical nacional, como o Plano B e o Cine Teatro da Batalha, no Porto, bem como o Music Box e o Santiago Alquimista em Lisboa. A banda teve ainda a oportunidade de partilhar o palco com bandas de renome, como Oioai, Linda Martini, Orangotang e Blind Zero.

Durante o seu percurso, a banda foi convidada a integrar o Movimento Alternativo Rock (MAR) que se assume como “(…) um movimento de músicos nacionais, que interiorizaram nos seus projectos individuais a necessidade de criar ligações com colegas do mesmo meio, para poderem juntos promover a nova música nacional cantada em português. Um movimento que quer recuperar o elo físico entre o público, a banda e a sala de concerto (…)”. A entrada no movimento, deu uma maior visibilidade ao projecto, possibilitando o contacto directo com os meios de comunicação social, nomeadamente através da presença no programa MP4 do Canal MVM, na Rádio Radar (Lisboa) e no canal Feedback Música.

Desde a sua formação, conta com mais de 65 actuações das quais se destacam a presença em 12 finais de concursos de música moderna, onde alcança 6 primeiros lugares.




Um abraço,

Marcelo Silva

Responder à discussão

RSS

© 2020   Criado por José Alexandre Areia L Basto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço