ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO

O encontro de todos os filhos ou rendidos ao Privilégio da Natureza

João Cerquinho Ribeiro Fonseca
Compartilhar no Facebook
Compartilhar
  • Mensagens de blog
  • Tópicos
  • Eventos
  • Grupos (1)
  • Fotos (2)
  • Álbuns de Fotos
  • Vídeos

Amigos de João Cerquinho Ribeiro Fonseca

  • Teresa Barros Lima Guerreiro
  • FERNANDO MARIA LOUREIRO FERREIRA

Grupos de João Cerquinho Ribeiro Fonseca

 

Página de João Cerquinho Ribeiro Fonseca

Informações do Perfil

Idade:
49
O que fazes?
Quadro Directivo Bancário
Onde vives?
Porto
Qual a tua ligação a Esposende?
Filho de pai, avo, bisavo, trisavo, 4 avo, 5...Esposendenses
Onde nasceste?
Guimaraes

Fotos de João Cerquinho Ribeiro Fonseca

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Caixa de Recados (16 comentários)

Você precisa ser um membro de ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO para adicionar comentários!

Entrar em ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO

Em 2:42pm on novembro 14, 2011, João da Cruz Rites deu para João Cerquinho Ribeiro Fonseca um presente...
Presente
Parabéns e um ótimo dia de aniversário.
Em 10:36pm on novembro 14, 2010, José Alexandre Areia L Basto deu para João Cerquinho Ribeiro Fonseca um presente...
Presente
Parabéns
Em 4:56pm on novembro 14, 2010, Augusta Eugenia da Cunha Eiras deu para João Cerquinho Ribeiro Fonseca um presente...
Presente
Parabéns e felicidades
Em 2:39pm on novembro 14, 2010, Teofilo E Costa Moreira + Ló deu para João Cerquinho Ribeiro Fonseca um presente...
Presente
Um bom dia de aniversário e que o futuro lhe traga tudo o que deseja.
Às 1:55 em 2 junho 2010, AntonioJorgeMotaCruz e MªArminda disse...
Caro Senhor João Paulo Fonseca.
Antes de mais nada quero pedir-lhe para que esta dúvida não sirva para tirar-nos a alegria de estarmos juntos nesta rede.
Acredite , eu gostaria de não ter mexido em uma coisa como esta que fala mais ao coração do que à razão. Mas não poderia me omitir e deixar de esclarecer o que, tudo leva a crer, seja o certo.
Acho que foi o nosso Fernando Rites que, sabedor da história dessa árvore, informou que seria um papiro. Ora, eu possuo em meu jardim o que conheço por papiro. Achei estranho que pudesse haver duas plantas tão diferentes com o mesmo nome e pesquisei até onde foi possível e, dentro do que levantei, até prova em contrário, não me resta dúvida de que a nossa tão bela árvore-da-Nélia não é um papiro. Também, jamais, antes, havia me dado conta de que o papiro que tinha em casa estava ligado ao antigo "papel" dos egípcios.
Há realmente alguns tipos de papiro diferentes do da foto; entretanto, nenhum deles dá chance à admissão da árvore da Nélia como sendo um papiro.
Eu imagino que seu bisavô tenha adquirido essa espécie como sendo um papiro; entretanto, não o seria. Creio que, até mesmo para muitos dos entendidos, a maioria das sementes pode passar como sendo de qualquer planta. Eu, por certo, não saberia diferenciar.
Além do mais - espero que não se zangue porque é uma brincadeira que vou fazer - conforme suas próprias palavras, seu bisavõ não a plantou; mandou que alguém o fizesse. E, assim tendo sido, ele nem poderia jurar pela autenticidade, não é?
Um grande abraço.
Antonio Jorge


PS. E, pensando bem, graças a Deus que tenha acontecido assim, porque, de outra forma, fosse um papiro, já não a teríamos a embelezar a nossa já bela rua direita.
Às 0:32 em 30 maio 2010, Maria Paula Fernandes Ferreira disse...
Muito obrigada,Sr. João Cerquinho, pelo seu amável esclarecimento.Finalmente a minha curiosidade foi satisfeita.Uma das filhas do falecido Sr. Ferreira da Nélia já me havia dito que era papiro e que até um arquitecto paisagista havido afirmado isso.Só que as pessoas intervenientes nesta discussão,achavam que o papiro não era arvore,mas sim uma planta pequena,a mais vulgar.
Mais uma vez muito obrigada e vai a minha admiração para seu bisavó pelo bom gosto e enriquecimento do espaço com tão belas espécies.

Cumprimentos Maria Paula
Às 22:22 em 30 janeiro 2010, João Cerquinho Ribeiro Fonseca disse...
Caro Fernando,
Obrigado pelo teu presente :)
Abraço,
Às 22:00 em 30 janeiro 2010, Fernando Rites disse...
Enviei a foto da tua prima, aquela que querias carregar, por e-mail, mas voltou
Vê a mensagem: O sistema de correio electronico encontrou um erro.Por favor leia cuidadosamente esta mensagem de modo a identificar a sua origem.Em caso de duvida ou persistencia da dificuldade contacte o seu fornecedor deacesso Internet (ISP). <@clix.pt>:This message is larger than the space available in the user's mailfolder. (#5.2.2) O tamanho desta mensagem excede o disponivel na mailfolder do utilizador.
Às 19:52 em 30 janeiro 2010, Fernando Rites disse...
Caríssimo João Paulo,
Não tem nada que agradecer. Já tinha postado no blogue “Esposende e o seu concelho”, a capa e trechos da introdução(que adorei). Também voltei a postar agora em janeiro. Aos poucos irei postando partes de alguns capítulos que são interessantíssimos para se conhecer com profundidade a história de Esposende.
A história de vida do teu bisavô, Valentim Ribeiro, se confunde com a história de Esposende. Vamos quebrar essas resistências. Como bem dizes, elas serão um incentivo. Mas saiba, caro amigo, o blogue está à sua disposição. O blogue está a serviço da causa maior que é Esposende(sem maiores pretensões, é claro). Um abraço.
Às 19:43 em 30 janeiro 2010, Teresa Barros Lima Guerreiro disse...
Querido Primo: Tens mesmo os traços de familia:)
Beijinhos.
 
 
 

© 2020   Criado por José Alexandre Areia L Basto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço