ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO

O encontro de todos os filhos ou rendidos ao Privilégio da Natureza



A TIA MINA



A Tia Mina é a Firmina Morgado, mas todos a tratamos assim em família. Resolvi escrever este bocadinho como testemunho do apreço que por ela tenho. Nem toda a gente tem a sorte de ter assim uma cunhada, de ter assim alguém na sua família.

Conheço a Mina há muitos, muitos anos. Era eu um miudinho de cinco ou seis anos quando a Mina era colega da minha irmã Luísa no Colégio Infante Sagres. Na altura eu era o puto que se queria meter nas brincadeiras delas, partilhar o jogo do mata lá no quintal da nossa casa,resumindo, o chato.

Depois perdi-lhe o rasto. A família emigrou para a América e nunca mais ouvi falar dela.

Tinha eu os meus dezasseis anos quando a Mina regressou para Portugal. Eu já era um rapazote e a Mina um borracho. Durante esse ano a Mina ficou por cá com a Avó enquanto toda a família se mantinha na América e tornamo-nos amigos. Foi nessa altura que fez a sua preparação para o Magistério onde ingressou e tirou o seu primeiro curso. Depois de anos de trabalho árduo nos States para onde tinha ido com o antigo quinto ano do Liceu, voltou a estudar e fez o curso com uma perna às costas. Pouco depois (um ano) toda a família regressou a Portugal. Ainda não tinha passado mais um ano desse regresso quando o seu Pai, o Jaime do Talho, figura tão querida do nosso Esposende, morreu subitamente com um ataque de coração.Vivi tudo isto de muito perto e fui solidificando a amizade e a admiração pela Mina.


Mais tarde comecei a namorar com a LIli o que, tenho que confessar, não foi fácil. Persistência e alguma ajuda da minha amiga Mina facilitaram as coisas. Depois a Mina casou com o Morgado, casamos eu e a Lili, nasceram os filhos. Mais tarde faleceu a minha sogra, Mãe Marília de tanta saudade. Não passou muito até que a Lili adoecesse gravemente. Foram tempos muito difíceis em que a Mina foi a segunda mãe dos meus filhos e a bengala da irmã. Neste entretanto licenciou-se em Braga acumulando trabalho com estudo, escola com universidade, filha com sobrinhos. Mulher de armas!...


Ainda hoje a Mina é a grande matriarca da família da minha mulher e hoje minha família também. Todos a respeitamos e amamos do fundo do coração. Do Jony Migueis ao Jotinha Bermudes, todos a tratam mais como Mãe do que como Tia. E Ela mantém a família à roda qual galinha que acolhe os pintainhos debaixo da asas. A Tia Mina é a família.


E a Tia Mina faz hoje anos.


Para ti Mina, um beijo muito grande, que Deus te dê sempre tudo do melhor, porque se alguém merece tu és esse alguém.


PARABÉNS TIA MINA.


Exibições: 42

Comentar

Você precisa ser um membro de ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO para adicionar comentários!

Entrar em ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO

Comentário de AntonioJorgeMotaCruz e MªArminda em 3 junho 2019 às 1:03

Notícia triste da morte da MINA. Nossos pêsames aos familiares. DEUS a tenha!

Comentário de Maria Carolina T. F.B. Lamela em 16 fevereiro 2010 às 23:14
Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?
Fernando Pessoa

Sabes o quanto te adoro, respeito e o quanto te agradeço por tudo o que nos ensinas todos os dias. Obrigada Tia pelo pilar que representas e por nos dares tanto carinho.
Beijinhos Fofa.
Comentário de maria manuela f. areia losa em 16 fevereiro 2010 às 1:02
Parabéns, Firmina, pelo dia de hoje (já ontem...)
Parabéns, pela categoria com que representa a nossa geração, nas ideias e na postura!
Parabéns, pela forma como participa nesta página, tão cheia de sensibilidade e dedicação às nossas gentes, que merecem, não só uma memória tão viva e presente, como palavras que as edifiquem devidamente, quando as recordamos.
Um abraço e...força!!!
Comentário de José Alexandre Areia L Basto em 15 fevereiro 2010 às 23:51
Olá Mina
PARABÉNS!
Já tinha percebido qual o estatuto da Mina na família. Agora, apenas confirmo.
O mundo ainda não fez justiça às TIAs. Fala-se dos pais, dos avós, dos irmãos,..., mas não se fala das tias. Muitas vezes são tudo isso: são mães, avós, irmãs e amigas num "pacote" só.
É o que me parece ser a Mina para a família. E não só. Também para os amigos.
E tanto estou certo disso, que também sinto que este blog tem uma tia: a Tia Mina!
É verdade. A Mina tem contribuído muito para o sucesso, a orientação e o enriquecimento deste espaço de convívio. Com muita sabedoria soube transmitir-nos o sentimento de saudade e de esperança, de justiça (para com muitas das pessoas para com quem Esposende mantém uma dívida), de alegria e sã convivência, de valorização da ética e do hino à pureza dos princípios.
Pela minha parte, estou-lhe muito grato.
Obrigado Tia Mina.
Comentário de Leolinda Ferreira Bermudes em 15 fevereiro 2010 às 16:57
Olá Mina

Mina, we've been there through life's sorrows and pain
But together we have always endured the strain
We've argued and bickered and made each other mad
But if you weren't my sister, life would be so sad
We've cried till we laughed and laughed till we cried
Sometimes for no reason we didn´t even know why
When we are not together our bond is just as strong
Because we are sisters we know when something is wrong
We´ve whispered our deepest secrets only sisters could share
I love my sister dearly because she really cares
So whether we are together or we are far apart
MINA, you're my sister, my friend and forever in my heart.

Linda
Comentário de Luís António Lamela em 15 fevereiro 2010 às 13:20


Parabéns tia Mina!!!

um beijo muito muito grande, do "lanzudo" (como tu costumas dizer) k passava tardes e tardes no "bitoi" no sofa!!! grandes sonecas bem passadas...

adoro-te muito. um beijo do teu sobrinho

Luísinho
Comentário de Augusta Eugenia da Cunha Eiras em 15 fevereiro 2010 às 11:26
Palavras para quê,o amor da familia´é lindo e como o Luis diz e muito bem
por vezes é o nosso suporte.Parabéns a toda a familia
Beijinhos para si e para a Lili
Comentário de AntonioJorgeMotaCruz e MªArminda em 15 fevereiro 2010 às 2:37
Emocionado pela leitura das palavras acima constato que a MINA é o que ela me tem passado através de seus escritos: uma grande pessoa. Em nossa curta convivência, em que pese em tenra idade, uma figura assim tem de ter contribuido para meu próprio crescimento pessoal. Agradeço e aproveito para, ao dia de seu aniversário, desejar-lhe tudo de bom . Que possamos, ambos, contar muitíssimas passagens desta feliz data. Parabéns. Muita felicidade com saúde amor e paz. Desejos sinceros deste seu amigo e da minha companheira Maria Arminda que também tem apreciado seus escritos.
http://www.youtube.com/watch?v=glNjsOHiBYs

© 2021   Criado por José Alexandre Areia L Basto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço