ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO

O encontro de todos os filhos ou rendidos ao Privilégio da Natureza

Recebi da nossa companheira Teresa Barros Lima Guerreiro a notícia de que o seu irmão João Manuel, também nosso companheiro da rede, se encontra gravemente doente. Teve um extenso AVC anteontem e encontra-se em perigo de vida.

Sei que há pessoas aqui da rede que se lembram bem do João Manuel. Há muito tempo que a família Barros Lima Guerreiro deixou Esposende, mas sei que deixou também muitas saudades, a estima e a amizade de muitos esposendenses. Talvez por ser o mais velho da sua geração, o João Manuel é aquele de quem as pessoas melhor se recordam, pelo que me tenho apercebido.

Pois bem, chegou a hora de fazermos um força pelo João Manuel. Oxalá tenhamos sucesso!

À  Teresa e à Maria Isabel, assim como ao meu amigo Luís Mateus, em nome dos esposendenses, deixo o desejo de que tudo corra pelo melhor e que o João Manuel consiga vencer o desafio a que está sujeito.

Vamos acreditar!

Exibições: 23

Comentar

Você precisa ser um membro de ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO para adicionar comentários!

Entrar em ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO

Comentário de Luisa Lamela Gomes dos Santos em 11 janeiro 2011 às 21:28

Tenho estado sem acesso à Internet, motivo por que só agora  deixo a minha palavra de sentidos pêsames à família do João Manuel.

Comentário de MARGARIDA REIS em 10 janeiro 2011 às 23:57
Como há pouco para dizer num momento destes mando apenas um grande abraço  solidário para toda a família.
Comentário de Lino António Silva Martins Rei em 10 janeiro 2011 às 22:01

Acho que todos os nossos conterrâneos, sobretudo os do blogue, comungam do mesmo pensamento e solidariedade perante o infausto acontecimento.

À família enlutada, os nossos sentidos pêsames.

Comentário de Luis Lamela e Lili Lamela em 10 janeiro 2011 às 22:01
Lamentamos profundamente. Que as boas recordações Vos tragam consolo numa hora tão dura.
Comentário de Augusta Eugenia da Cunha Eiras em 10 janeiro 2011 às 21:13

 

Neste momento de dor envio a toda a família os meus sentidos pêsames.

Comentário de António Miquelino em 10 janeiro 2011 às 21:03
Infelizmente, a  vida é feita destas coisas.Não há palavras.A toda a família os meus sentidos pêsames.
Comentário de José Alexandre Areia L Basto em 10 janeiro 2011 às 19:21

Infelizmente, o João Manuel não resistiu mais às lesões que sofreu e deixou-nos.

Como disse às suas irmãs, gostava muito de um dia os poder conhecer, aos três irmãos. Imagino a quantidade de coisas que o João Manuel, como irmão mais velho, saberia transmitir da sua vivência em Esposende e da sua família. Mas a sorte não esteve do seu/nosso lado. O João Manuel partiu e com ele estou certo que desapareceu um grande espólio.

À família, se posso atrever-me a falar em nome da minha, quero apresentar os mais sentidos pêsames.

 

Comentário de filomena Oliveira e David Eiras em 10 janeiro 2011 às 16:32
....Força e coragem, um beijo para toda a familia e amigos.
Comentário de maria manuela f. areia losa em 10 janeiro 2011 às 16:21
Querida Teté. Acabo também de receber o telefonema da tua irmã, com a dura notícia. Estou ao vosso dispôr para tudo...só não consigo tirar-vos a dor da despedida. Mantemo-nos em contacto. Até já.
Comentário de Teresa Barros Lima Guerreiro em 10 janeiro 2011 às 16:10
Para o João Manuel.
Até sempre meu querido irmão. 


"Vamos lá. Vamos lá sorrir um pouco. A vida 
é isto: fugir-nos como areia entre dedos;
versos soltos por uma outra manhã, ou
versos soltos aconchegando um féretro…

A vida, que é isto (amigos perdem o gás,
súbitos, e vêm então celebrá-los poetas,
os seus queridos poetas), vai descer à
terra, onde nada cessa e tudo se reagrega.

Zona da grã paciência, lá onde o anjo
que partiu dialogará, enfim, com o fantasma;
e os vivos, entre si, pedem lhes seja concedida
nova manhã de luto e luta. Vamos lá, vamos lá"

Paulo da Costa Domingos

© 2020   Criado por José Alexandre Areia L Basto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço