ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO

O encontro de todos os filhos ou rendidos ao Privilégio da Natureza

Comentários de José Reis Loureiro

Caixa de Recados (241 comentários)

Você precisa ser um membro de ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO para adicionar comentários!

Entrar em ESPOSENDENSES - NA RIBEIRA OU NO MUNDO

Às 11:44 em 29 maio 2018, José Alexandre Areia L Basto disse...

É isso, caro amigo. Vamos lá a animar o grupo! Abraço

Às 1:10 em 20 maio 2018, AntonioJorgeMotaCruz e MªArminda disse...

Zé Meiras, aqui, filmes e música só entram via "link".

Vídeos tipo MP3, MP4 e outros não carregam aqui. Para tal possibilidade, o nosso ESPOSENDENSES teria de estar numa categoria acima, mais cara, que permite publicação de filmes e de música. 

Então, para entrares um vídeo aqui é necessário que ele já esteja publicado no You Tube ou afins. E para obte res um "link" para o que queres, terás de ter/abrir uma conta no You Tube e usar o "UPLOAD" dele para 'linkar" o arquivo.     rsrsrs

Um abraço, amigo.

 

Às 0:51 em 20 maio 2018, Luisa Lamela Gomes dos Santos disse...

Olá, Zé Meiras.
Bons olhos o vejam por aqui.
Deixo-lhe um beijinho.

Às 18:31 em 26 abril 2018, Maria Paula Fernandes Ferreira disse...

Olá, Zé Meiras. Sei que é uma pessoa muito ocupada mas que gosta do nosso Blog.Por isso mesmo, tomei a liberdade de o contacatar, e porque este Blog precisa de mais colaboradores e porque acho que é uma pena acabar, uma vez que a nobreza com que foi criado levando os esposendenses da nossa ribeira aos outros esposendenses espalhados pelo mundo seria um brio não deixá-acabar. Mais um ano de luta e quantos mais membros houver, menos dispendioso será para os membros já aderentes. Um grande abraço.

Às 23:01 em 17 março 2018, Luisa Lamela Gomes dos Santos disse...

Obrigada pelo presente, amigo Zé Meiras.

Deixo-lhe um abraço.

Às 22:02 em 4 fevereiro 2018, Luisa Lamela Gomes dos Santos disse...

Zé Meiras, é só para lhe mandar um abraço e agradecer o seu comentário.

A dedicação à guitarra é algo muitíssimo louvável. Soubesse eu tocar e passaria horas de guitarra na mão, como passo de caneta ou esferográfica a escrever.

Mas...não se esqueça de passar no nosso "socairinho" sempre que possa. 

Aí vai o abraço.

Às 1:58 em 23 janeiro 2018, Luisa Lamela Gomes dos Santos disse...

Olá, Zé Meiras.

Só p'ra dizer que o vi aqui e aproveito para lhe mandar um abraço. 

Já agora, veja se dá um jeito no problema das vasilhas de mel.

Como vai o treino de guitarra?

Às 0:25 em 23 janeiro 2018, AntonioJorgeMotaCruz e MªArminda disse...

Zé Meiras.

Tudo que temos sobre o navio do fio está contido aqui neste link do nosso Esposendenses na Ribeira - http://esposendensesnaribeiraounomundo.ning.com/main/search/search?q=navio+do+fio - contendo fotos de alguns dos nossos que nele andaram a ganhando a vida bem como outras referências ao mesmo navio. 

Maria Arminda

 

Às 16:40 em 24 dezembro 2017, José Alexandre Areia L Basto disse...

Obrigado, meu amigo. Uma bela Quadra é o que espero que venha a passar com toda a família.

Às 1:34 em 24 dezembro 2017, Luisa Lamela Gomes dos Santos disse...

Obrigada pelos seus votos, amigo Zé Meiras.

Desejo também, para si e toda a sua família, um Natal muito feliz e um ano de 2018 com muitas alegrias e...muita guitarra.

Às 0:43 em 19 dezembro 2017, Luisa Lamela Gomes dos Santos disse...

Viva, Zé Meiras.

Na sequência do seu desabafo, coincidente com o meu, lamentando não sermos hoje capazes de repetir um êxito como o da inesquecível fanecada, e de nem sequer dele nos aproximarmos, vou sugerir ao Zé Alexandre o cancelamento do nosso Almoço de Reis, por falta de adesão suficiente. De facto, não se justifica um evento que reuniria apenas 4 ou 5 pessoas, não lhe parece?

Fá-lo-ei com muita pena, porque o objectivo merecia maior mobilização. Queríamos conversar, à volta da mesa do almoço, sobre formas de reactivação do nosso "socairinho". Quem sabe se nasceria ali um novo fôlego?

Quanto à questão das quotas, melhor será perguntar ao Z A, pois eu fico sempre um pouco a leste desse assunto. Limito-me a fazer o desconto estabelecido, só porque não quero mesmo que o blog morra.

Um beijinho para si e outro para a sua Teresinha-cara-linda.

Nota: Bela opção, a de voltar à guitarra. Para quando uma demonstração aqui p'ra nós?

Às 19:47 em 30 novembro 2017, Maria Paula Fernandes Ferreira disse...

Olá Zé Meiras !

Outro abraço grande. Eu vou andando por aqui e aproveito para lhe dizer que sou uma grande admiradora das coisas que escreve, sobre diversos temas. Venham coisas e fotos porque, afinal, são sempre muito bem vindas.

Diverti-me ontem com as histórias sobre o famoso Fernandinho.

Um abraço.

Às 10:48 em 30 novembro 2017, José Alexandre Areia L Basto disse...

Meu amigo, Zé Meiras, agradeço-lhe muito as suas palavras e o interesse e amizade com que recebe as minhas iniciativas (afinal, eu é que sou seu fã). Mais não faço do que procurar refletir o que sinto que vai na alma de muitos de nós.

Temos de ver como articular e fazer com que ambas as redes sociais se possam complementar. Têm características distintas e são ambas interessantes.

A pensar nisso, em tempos, criei uma página no Facebook com o mesmo nome desta. Vou ver se ainda existe. No entanto, não me parece essencial e talvez até seja desnecessária. Podemos fazer, em qualquer discussão, chamadas (através de links) para assuntos aqui tratados e vice versa.

Antes de mais, há que gerar aqui matéria que possa ser atrativa e possa fixar interessados. A discussão acerca da Restinga e Foz pode realizar-se aqui. Por "transplante", ou em paralelo. Já vimos que lá não é fácil discutir seriamente o que quer que seja. Vamos andando e vendo. Todas as achegas são bem vindas.

Às 0:26 em 30 novembro 2017, Luisa Lamela Gomes dos Santos disse...

Oi, Zé Meiras! Que bom vê-lo de novo aqui!

Devo dizer que fez um regresso de mestre com a história do Fernandinho, como comentário ao texto do Luís. Este Fernandinho, pelo visto, dá pano para mangas. Eu também me lembro de coisas cómicas a ele ligadas, mas agora o que quero é repetir, amigo Zé Meiras, quanto me alegra, e com toda a certeza a todos, podermos voltar a contar consigo na animação deste nosso socairinho.

Deixo-lhe um abraço.

Às 23:35 em 3 dezembro 2015, Maria Paula Fernandes Ferreira disse...

Zé Reis:

Acabei de publicar outra foto do Picau, esta de pintura a óleo feita pelo meu pai. Este é o Picau tal e qual o conhecemos, com as barbas e o aspecto andrajoso do mendigo que ele teve a infelicidade de ser.

Um abraço

Paula

Às 23:13 em 27 novembro 2015, Maria Paula Fernandes Ferreira disse...

Zé Reis:

Sabe que eu também gosto muito desta imagem? Por isso mesmo a postei. O meu pai pintava a partir das fotos que tirava. Mas ele teve mesmo esta imagem. Não que me recorde dela, mas acho que ela resultou de um internamento no nosso hospital,onde tiveram que lhe fazer uma varrela a sério.

A seguir vou postar uma prova disso mesmo, que já há uns anos aqui tinha publicado.

Às 0:52 em 19 abril 2015, Luisa Lamela Gomes dos Santos disse...

Olha o Zé Meiras!!!!!!!!

Amigo, antes que fuja, deixo-lhe um abraço.

Às 20:02 em 12 janeiro 2015, Maria Paula Fernandes Ferreira disse...

Zé Meira.

Publiquei uma imagem do achado a que o Lino se refere e que o Zé diz que ouviu falar.

Às 22:34 em 3 fevereiro 2014, Miguel Angel disse...

Olá Jose Reis Loureiro,mas um bocadinho de historia do rock,veja si você conhece o homem que esta a tocar o baixo,mas não se cequivoque ele não é o José Alexander nosso administrador...um abraço,,

  https://www.youtube.com/watch?v=YQyxCL1uMlU

Às 22:24 em 15 janeiro 2014, Miguel Angel disse...

Olá José Reis Loureiro...vae uma pequena  prenda para você...uma fotografia de um lugar muito lindo mais não sei si você conhece o lugar....um abraço

© 2020   Criado por José Alexandre Areia L Basto.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço